sábado, 28 de abril de 2012

Sobre Deus

Deus é um homem pequeno
não tem dente branco, nem água de cheiro
Deus não tem carro importado,
castelo adornado, nem guarda segredo
Deus é um homem danado
que fala enrolado pedindo arrego
Deus me falou que a vida
É uma mexerica amadurecida
Deus me deu potes vencidos
De doces sortidos e queijos vermelhos

Deus gosta de beber vinho
Andar peladinho, passear no sereno
Deus gosta de mulher feia,
De homem, menino, de velho morrendo
Deus gosta de gente boa,
Com pressa na feira e até com caganeira
Deus não gosta de bigode
Pois acha que pelo é coisa de bicho
Deus porém ama bichinhos
Bichões e felinos, lagartos vermelhos

Deus tem livros pra caramba
Que falam de histórias e física quântica
Deus ama todos os homens
Todos os hermanos, os seres humanos
Deus não existe na vida
De quem não acredita em sua presença
Deus é um menino completo,
semi-analfabeto e de olhos vermelhos
Deus é um menino perdido
que chora escondido atrás do pau de sebo

 (Essa música faz parte do espetáculo 'Girador' do Pequeno Teatro de Torneado)

Nenhum comentário: