quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Isso é

Vai-te embora, por favor
e leva o amor que já é teu,
leva o amor que eu já te dei,
que fica acima dos mortais.

Esse amor que, eu bem sei,
vou te dar só mais e mais.

Leva tudo, por favor!
Me leve o medo e o desespero
e a vontade de chorar
que a de dormir já me levaram
e a de comer também se foi.

Isso é você. Isso é meu.

Vai-te embora, Exú!
Vai-te embora, sereia!
E me deixe aqui...

Nú,
sentado,
chorando,
perdido
na areia...

Nenhum comentário: