quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Contos macabros com suor de coletivo

Conto 1


Era quase rota tracejada. Ele dirigia o ônibus e precisava mirar os pneus na cabeça do homem que fica parado na guia. O suspiro antes da queda antecedia uma aceleração do motor.

O ruim do cálculo é o erro. O ruim de atropelar é a sobrevivência.

Ele não poderia pegar um rifle de longo alcance para subir num prédio e fazer a sua justiça, pois usava óculos. Então escolheu uma poltrona colorida de um ônibus qualquer, e passou a estourar cabeças com a sua direita dianteira.

O ruim do cálculo é o erro. O ruim de atropelar é a sobrevivência.

Nenhum comentário: