quinta-feira, 28 de maio de 2009

A prova está nos dentes

O ser humano não atingiu o grau mais elevado da escala evolutiva. Notamos isso pelos dentes. Todas as partes do corpo humano são capazes de se regenerar quando danificadas - até os ossos, quando quebram, são naturalmente revestidos de cartilagem - menos os dentes.
O dente não se manifesta ao primeiro sinal de algo errado. Ele espera a coisa atingir um grau elevado de dano, para depois doer. E o homem, precavido, aprendeu a escovar os dentes.
A escovação dos dentes é a prova irrefutável de que o homem aceitou seus defeitos e acostumou-se com eles.
Quantas pessoas não escovam os dentes?
A escovação tornou-se uma extensão do nosso corpo, assim como a lâmina. Pois é necessário ter a boca limpa e o corpo nú, o que deveria ser um trabalho do próprio organismo.
Dentes e pelos. São eles que delimitam a passagem do tempo e do quão acostumados com a evolulção estamos.

O nascimento dos dentes, o fio de barba, o dente do siso, o fio de cabelo branco, a troca da mordida, a queda do cabelo, a queda dos dentes...

Parar de escovar os dentes e de pentear os cabelos são os sinais mais concretos que imploramos por evolução.

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Só pra me colocar no meu lugar...

Eu sou uma pessoa que não entende de política e não investe na bolsa.
Não estudei filosofia e pra mim o N1H1 não passa de um nick de Orkut.
Minha carteira se resume em cartões que entregam na rua, um bilhete único sem crédito e uma foto 3x4 que sobrou do RG.
Meu repertório musical se limita há músicas boas que não demonstram nenhuma personalidade.
Eu não alcanço algumas notas graves quando canto no grave.
Não alcanço algumas notas agudas quando canto no agudo.
Eu sou o pior jogador de futebol que você já viu.
(Mas se eu treinasse, eu seria muito foda.)
Eu sou um pseudo-nerd-alternativo (Dá pra imaginar?)

Eu tento escrever textos.
Eu tento compor músicas.
Eu tento fazer teatro.
Tento brincar de ser feliz, por que as vezes eu acredito.
Quando eu toco violão, as vezes saem coisas bonitas.
Quase sempre, não.
Mas eu fico feliz de qualquer forma.

Sou fofinho, simpático e boto banca de tudo que é bom.
(HAHAHAHA)

Eu faço cagadas. Com bebidas, mulheres...
Mas eu não sou nada foda.
Na verdade, sou até meio chato.
Prazer.
Só pra te localizar, e pra me colocar no meu lugar.

Você quis dizer: Gripe suína
Google sobre 'N1H1'